Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Diário da Jessie Bessie

Eu sou para cada pessoa aquilo que ela acha que eu sou, mas o que para mim importa é o que eu estou à procura de ser e isso eu ainda não sou.

Feliz Dia da Mãe

Feliz dia da Mãe.png

 

Hoje, dia 3 de maio de 2015, celebra-se o Dia da Mãe. E por isso, desejo a todas as mães de Portugal e arredores, um óptimo e feliz dia, junto dos vossos filhos e filhas que gostam imenso de vocês. Espero também que vocês (filhos e filhas) já tenham mimado às vossas mães, com prendinhas, beijinhos e afins. 

Como é o dia da Mãe, eu decidi falar-vos um pouco da minha. O nome dela é Sandra, tem 43 anos (ou seja, é uma jovem), e é a pessoa mais lutadora que conheço. 

Apesar de ralhar muitas vezes comigo e com o meu irmão, é a melhor mãe que alguma vez poderia ter pedido. No que toca à família, ninguém pode escolher em qual calha (como é óbvio), mas mesmo que eu pudesse escolher entre ter outra mãe ou a minha, eu escolheria a minha. 

Ela pode não ser a mãe mais abastada a nível de bens, mas o que é certo, é que nunca me faltou nada (nem ao meu irmão). Para além dos bens materiais, nunca nos faltou amor, saúde, ensinamentos (principalmente no que toca a saber cozinhar), e muito menos apoio. Posso dizer que a minha mãe é provavelmente a pessoa que mais me apoia (embora às vezes tenha receio que me aconteça alguma coisa). 

Ela pode não ser a mãe mais liberal do mundo, mas eu nunca deixei de fazer nada, por impedimento dela. Ela pode não ser a mãe mais inteligente do mundo, mas ensinou-me grande parte do que sei hoje. Se eu sei alguma coisa sobre como enfrentar diversidades de cabeça erguida, devo-o à minha mãe. Aliás, devo o mundo à minha mãe, pois sem ela, não estaria onde estou hoje.

Desde pequena que admiro a minha mãe, e foi dela que herdei qualidades como a força (não me refiro a força física, mas sim psicológica), o empenho e a generosidade. Não herdei só a força, como também herdei o "amuamento". A minha mãe é muito parecida comigo (não só a nível físico, como psicológico) e por vezes os nossos feitios chocam um bocadinho, mas nem quando estamos "chateadas" consigo deixar de a admirar e de gostar dela (o que é perfeitamente normal). 

Admiro-a, respeito-a e dou graças a Deus por ter a minha mãe como mãe. 

 

OBRIGADA por tudo, "mãe Sandra".

11014832_607331566036052_5038957936930183033_n.jpg

http---signatures.mylivesignature.com-54493-94-03F

 

2 comentários

Comentar post

ablogger

Jessie Bessie | 22 anos | Portugal

Embaixadora da Mais Mimus

Translate Google


Follow

Visualizações Blogs Portugal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.